secretaria municipal de cultura e turismo

Lançamento da RIMPA-OP é um marco na história preta de Ouro Preto



Rede Integrada dos Micros e Pequenos Afroempreendedores objetiva combater as desigualdades socioeconômicas, raciais e de gênero no município

Notícia publicada em 29/11/2023
por Greiza Tavares


Imagem: Nathália Souza

Lançada na quinta-feira dia 23, na Casa de Gonzaga, a Rede Integrada dos Micros e Pequenos Afroempreendedores de Ouro Preto (RIMPA-OP) objetiva combater as desigualdades socioeconômicas, raciais e de gênero no município, buscando alcançar uma economia justa, diversificada e sustentável.

Durante o dia, os afroempreendedores expuseram seus trabalhos no pátio da Secretaria de Cultura e Turismo, e à noite, participaram de um bate-papo com duas produtoras, a Karú Torres e a Negah Thé, de Belo Horizonte, que compartilharam suas experiências com os presentes.

Luiz Viana, turismólogo e idealizador do projeto, contou que a RIMPA-OP é uma ação importante para se conhecer as reais demandas das pessoas negras que empreendem no em Ouro Preto. “É um projeto que visa trabalhar horizontalmente com os afroempreendedores, para as ações serem assertivas e que possam beneficiar objetivamente as pessoas que fazem parte da rede”.

Conforme o Luiz, como metodologia, foi aplicada a pesquisa “Perfil do Afroempreendedor de Ouro Preto”, para articular as primeiras ações após a criação da Rede e, para o próximo ano, a meta é desenvolver uma jornada de Afroempreendedorismo para os membros da RIMPA. Luiz ainda ressaltou: “o comprometimento de toda equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico,  Inovação e Tecnologia, especialmente da Diretoria de Economia Criativa e Solidária, em que, busca uma economia justa, diversificada e sustentável”.

Kedison Guimarães, diretor de Promoção da Igualdade Racial, reforçou a força dessa Rede no município. “O Lançamento da RIMPA é um marco para o desenvolvimento Econômico para Ouro Preto. Por meio da RIMPA, fomentaremos o Afroempreendedorismo, sendo assim os Afroempreendedores ganharão cada vez mas espaço no mercado de trabalho”.

Karú Torres, gestora e produtora cultural de Belo Horizonte, se sentiu honrada em participar desse momento em Ouro Preto. “Falar sobre produção preta, sobre empreender é de uma importunância muito significativa para a cadeia produtiva e cultural. Ver esses empreendedores pretos aqui hoje, me trouxe muita felicidade, porque sabemos da dificuldade de fomentar a rede criativa preta em Minas Gerais. Já passei pelos empreendedores, já comprei, pois é meu dinheiro preto, fomentando e fortalecendo os meus”.

Negah Thé, produtora cultural, idealizadora e gestora da Preta Produtora, disse estar muito feliz em poder compartilhar sua expertise. “Vim compartilhar, trocar e aprender. É um prazer imenso fazer parte desse lançamento, contribuir com nossas experiências neste momento de fomentar o espaço e o trabalho do empreendedorismo preto em Ouro Preto, sendo uma cidade tão preta que merece sim, ter esse capital de investimento”.

Samuel Sabino, secretário Interino de Desenvolvimento Econômico, reforça que a RIMPA será contemplada com todo auxílio técnico que já prestados no município. “É uma rede voltada a prestar todos os serviços que já fazemos, de consultoria técnica, de simplificação, de desburocratização, de ajuda ao empreendedor. Tudo que a gente tem de bom e melhor para os empreendedores, porém, como uma política de ação afirmativa, voltada ao Afroempreendedor”.

 

Rede Integrada dos Micros e Pequenos Afroempreendedores de Ouro Preto — RIMPA-OP

 

A RIMPA é uma ação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia (SMDEIT), por meio da Diretoria de Economia Criativa e Solidária e faz parte do Projeto Economia Afro Criativa e Afroempreendedorismo em Ouro Preto, em parceria com a Diretoria de Promoção e Igualdade Racial, da Secretaria de Cultura e Turismo.

Para além da integração entre os afroempreendedores, a RIMPA-OP tem em vista oferecer aos seus membros, uma jornada de empreendedorismo com suporte técnico, capacitações, mentorias individuais e coletivas, palestras e workshops via parcerias com empresas e profissionais do empreendedorismo.

As atividades da RIMPA-OP serão gratuitas e somente para os membros cadastrados na Rede. O formulário está disponível na BIO do Instagram da SMDEIT, não há limite de vagas e o cadastro pode ser feito a qualquer momento.

 

 

Texto: Nathália Souza