Revisão do Plano Diretor começa com grande participação popular



A 7ª Conferência da Cidade de Ouro Preto abriu espaço para novas propostas que contribuirão com a construção do Plano Diretor

Notícia publicada em 11/03/2020
por Nízea Coelho


Mais de 350 pessoas compareceram à Conferência.
Imagem: Ane Souz

A Prefeitura de Ouro Preto promoveu no sábado (07) mais uma importante etapa para a elaboração do Plano Diretor. O auditório São João Del Rei, do Centro de Artes e Convenções da UFOP, foi o palco da 7ª Conferência Municipal de Política Urbana.

A Conferência marcou o início da participação popular na revisão do Plano Diretor, que vai nortear as políticas públicas de Ouro Preto para os próximos 10 anos, com revisões previstas de quatro em quatro anos. 

Atendendo ao chamado, a população ouro-pretana compareceu em massa. Mais de 350 pessoas, entre representantes do executivo, legislativo, sociedade civil e empresários, se mobilizaram para contribuir e mostrar o que a cidade espera de sua nova diretriz política.

“Iniciamos o processo nesta conferência e vamos esgotar todas as discussões, participando nos distritos e nos bairros, para que todos possam ter oportunidade de serem ouvidos, de ter voz, e que seja uma plano feito pela população”, sinalizou o prefeito Júlio Pimenta.

A Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) foi representada na audiência pela sua reitora Cláudia Marliére de Lima. “A Ufop não pode negar seu papel social. Nossos profissionais, principalmente os do curso de engenharia urbana, sempre estarão à disposição do município, discutindo as questões do ponto de vista da ocupação do espaço urbano”, disse ela em seu pronunciamento.

A Conferência foi um sucesso na cidade, tanto quanto ao número de participantes como no envolvimento da população nas questões debatidas. O presidente da Força Associativa dos Moradores de Ouro Preto (Famop), Luís Carlos Teixeira, destacou a importância da participação popular nas decisões que irão apontar como será o desenvolvimento da cidade nos próximos anos, e agradeceu a presença das lideranças comunitárias no evento. “Foi uma demonstração de cidadania. Foi um evento grandioso e histórico. Vamos continuar todos mobilizados, o momento é de ampliar e fazer crescer o movimento em torno do Plano Diretor e da construção da cidade que sonhamos”, complementou.

Falando em nome do Poder Legislativo, o vereador Geraldo Mendes destacou a importância do Plano Diretor. “De tudo que se discutiu e ainda será discutido e elaborado, o que tem que estar em primeiro lugar e como peça fundamental são as pessoas. Devemos dar uma atenção toda especial à acessibilidade e à mobilidade”, destacou Mendes. 

O cidadão pode e deve continuar participando do processo, acessando o site planodiretor.ouropreto.mg.gov.br, deixando suas  sugestões. O material gerado será formatado em um projeto e enviado para a Câmara Municipal para que seja aprovado e, consequentemente, transformado em lei.

Texto: Wellington Silva