Espetáculo cênico-musical reúne canções brasileiras que homenageiam as mulheres

Notícia publicada em 21/02/2024
por Nízea Coelho


O Teatro Municipal Casa da Ópera convida para a apresentação do espetáculo cênico-musical ‘Mulher em Pauta’, no sábado, dia 24 de fevereiro de 2024, às 20 horas. Os cantores Ubiraney Silva e Leticia Garcia, com a participação especial de Érika Curtis, interpretam canções icônicas da Música Popular Brasileira, acompanhados dos músicos Daniel Silveira, Júlia Carvalho, Georges Succar e Graça Bastos. Com entrada gratuita e classificação livre.

 

Mulher em Pauta

O espetáculo cênico-musical apresenta uma coletânea de músicas brasileiras que foram compostas em homenagem às mulheres, tais como Rosa, Marina, Luiza, Carolina, Beatriz e tantas outras canções em torno da figura feminina. O show percorre seis cidades do estado de Minas Gerais em turnê, levando obras que consagraram artistas e intérpretes nas décadas passadas no Brasil. Em cada município uma artista local será convidada a participar como intérprete de parte do repertório.

Esse projeto foi aprovado na Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei 8.313/91 – com patrocínio do Grupo Avante e apoio da Prefeitura de Ouro Preto/Secretaria Municipal de Cultura.

 

Repertório

‘Mulher’, de Custódio Mesquita e Sady Cabral; ‘A Rita’, de Chico Buarque; ‘Rosa’, de Pixinguinha; ‘Marina’, de Dorival Caymmi; ‘Luiza’, de Tom Jobim; ‘Teresa da praia’, de Chiquinho de Assis; ‘Carolina’, de Chico Buarque; ‘Modinha para Gabriela’, de Dorival Caymmi; ‘Anna Júlia’, de Marcelo Camelo; ‘Sá Marina’, de Antônio Adolfo e Tibério Gaspar; ‘Sá Carolina’, de Márcio Lima; ‘Joana francesa’, de Chico Buarque; ‘Negra Ângela’, de Neguinho da Beija-Flor; ‘Beatriz’, de Chico Buarque e Edu Lobo; ‘Madalena’, de Ivan Lins e Ronaldo Monteiro; ‘Bete balanço’, de Cazuza e Frejat; ‘Elvira pagã’, de Rita Lee e Roberto de Carvalho; e ‘Maria Maria’, de Fernando Brant e Milton Nascimento, integram a seleção musical pensada especialmente nas mulheres.

 

Os artistas

Daniel Silveira (Rio de Janeiro – RJ) é músico, violonista, arranjador e diretor musical. Cofundador do grupo ‘Rio de Choro’, no qual atuou como violonista 7 cordas. No ano de 2016 radicou-se em Itabirito (MG), ingressando na ‘Associação Cultural de Grupo de Serestas Descendo a Ladeira’ como diretor musical. Atuou como cavaquinista no grupo ‘Bem Bolado Samba e Choro’. Atualmente dirige espetáculos como ‘Os Inconfidentes no Choro’ e ‘Elis, Minas e Eu’.

Georges Succar é músico percussionista com vasta experiência em todos os ritmos e gêneros musicais. Em 25 anos de carreira vem trabalhando em diversos grupos, tais como ‘Banda Pedággio Tropical’, ‘Mistura Brasileira’, ‘Nova América’, ‘Lex Luthor’, ‘Mister Lex’ e ‘Banda Galaxy’. Com uma performance refinada, acompanha corais e cantores que transitam entre a MPB e música árabe. É membro do grupo percussivo ‘Tribo Ansata’.

 

Graça Bastos é pianista e iniciou seus estudos em Itabirito (MG), com a renomada Prof.ª Liz Cândida Bastos. Em Belo Horizonte, ingressou na Universidade Mineira de Artes onde estudou Teoria e Solfejo com o Prof. Luiz Melgaço, Harmonia e Morfologia Musical com a catedrática Jupyra Barreto, Canto Coral e Regência Coral com o maestro Nelson Salomé e História da Arte com o maestro Sergio Magnane. Fez curso de Interpretação Pianística na Universidade do Rio de Janeiro com a Prof.ª Eliane Guimaraes e especialização em Chopin com o Prof. Mauricio Carvalho no Conservatório Mineiro. Cursou em Florença, na Itália, Piano e História da Arte na Academia Europeia de Firenze. Fundadora e professora da Escola de Música Pe. Xavier, em Itabirito (MG), onde atua até os dias atuais.

 

Julia Carvalho é pianista, graduanda em música, com ênfase em piano pelo Instituto de Filosofia, Artes e Cultura da Universidade Federal de Ouro Preto (IFAC/UFOP). Formada em piano/teclado no curso livre de música popular da escola Bituca. Como pianista erudita atuou em vários projetos, dentre eles o Recital de Piano Solo no Espaço Luz Eventos, em Itabirito (MG); participou do projeto Jovem Músico BDMG com Filipe Santos, na Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes, e dos Concertos de Outono realizados no Conservatório UFMG. Atualmente trabalha como pianista, tecladista, cantora e percussionista em espetáculos e shows de música popular.

 

Leticia Garcia é cantora e iniciou sua trajetória na adolescência, cantando na igreja e em festivais da canção de sua cidade Porciúncula (RJ) e região. Atualmente, residindo em Itabirito (MG), tem focado no fortalecimento do samba, como também da MPB, de um modo geral. Apresentou em diversos eventos do município e cidades vizinhas, tais como Carnaval de Itabirito, Samba de Boteco, Julifest e no palco do Teatro Municipal da Casa de Cultura Maestro Dungas. Em 2019, circulou com o show ‘Elis, Minas e Eu’. Em 2020, lançou seu primeiro EP, intitulado ‘Raiz’, disponível em todas as plataformas digitais.

 

Ubiraney Silva iniciou sua carreira artística como cantor fundador do Coral Canarinhos de Itabirito, onde permaneceu por 34 anos. Estudou violão clássico com o Prof. Nelson Pillo. Participou da Fundação de Arte Madrigal Renascentista, onde atuou também como dirigente, entre 1986 e 2004, realizando diversas turnês pelo Brasil e Europa. Aluno da Babaya Escola de Canto, em Belo Horizonte. Venceu diversos festivais da canção pelo interior de Minas Gerais. Interprete da turnê ‘Antologia Musical em Minas Gerais’.

 

‘Mulher em Pauta’

Data: 24 de fevereiro de 2024

Horário: 20 horas

Duração: 1h20

Local: Teatro Municipal Casa da Ópera – Ouro Preto/MG

Entrada gratuita

Classificação livre

 

Texto: Holofote Cultural

Receba notícias da Prefeitura

×