Justiça inaugura novo Fórum em Ouro Preto e Município vai ganhar um novo Museu

Notícia publicada em 05/05/2022
por Wellington Silva


Justiça inaugura novo Fórum em Ouro Preto e Município vai ganhar um novo Museu
Imagem: Neno Vianna/PMOP

O prefeito Angelo Oswaldo e a vice Regina Braga, participaram na manhã de quarta-feira, 04 de maio, da inauguração do novo Fórum da Comarca de Ouro Preto. O desembargador Gilson Soares Lemes, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, e a juíza diretora do Foro, Ana Paula Lobo Pereira de Freitas, presidiram a cerimônia. A obra, inteiramente custeada pelo Poder Judiciário, a partir de disponibilização de terreno pelo Estado, teve orçamento de aproximadamente R$ 8,2 milhões.

Segundo a juíza Ana Paula, “o novo espaço é um anseio antigo da comunidade, que vai dar maior acessibilidade e mobilidade aos usuários, um olhar sincero e amoroso do Judiciário às demandas diárias dos servidores. É um carinho e respeito à população ouro-pretana”, disse ela.

“É uma grande conquista do Poder Judiciário, nós somos muito gratos ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais por esta iniciativa vitoriosa que oferece a Ouro Preto melhores condições no exercício da Justiça, tanto para os cidadãos em geral, quanto para os profissionais do Direito”, celebrou o prefeito Angelo Oswaldo.

“Um dia histórico para a cidade. Uma luta antiga de toda a sociedade e serventuários da Justiça que hoje vê um sonho realizado. Tive o privilégio de acompanhar toda a tratativa junto ao Tribunal de Justiça e participei da aprovação do Projeto enquanto secretário de Cultura e Patrimônio na época. Hoje é inaugurado um prédio moderno, com acessibilidade plena, uma obra à altura do que a população ouro-pretana merece”, corrobora o atual chefe de gabinete da Prefeitura de Ouro Preto, o advogado Zaqueu Astoni.


O novo prédio possui três pavimentos: espaço para acomodação de Salão do Júri, sala da Defensoria, Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, Juizado Especial, secretarias das varas judiciais, gabinetes e arquivo. A edificação oferece facilidade de acesso e obedece aos padrões de sustentabilidade e eficiência energética. Com instalações modernas e confortáveis e maior capacidade de atendimento, o espaço vai concentrar todos os serviços jurisdicionais em um só local.

“O Tribunal de Justiça tem voltado seus olhos para as comarcas do interior, dando espaços mais adequados para o exercício da jurisdição”, salientou o desembargador Gilson Soares, que preside o Tribunal até o fim do mês de junho.

O antigo prédio, situado na Praça Reinaldo Alves de Brito, atendendo a uma sugestão da juíza aposentada Lúcia de Fátima, que esteve por muitos anos na Comarca de Ouro Preto, passará a abrigar o Museu do Judiciário Mineiro. Emocionada, a magistrada, que retornou a Ouro Preto para a inauguração, mal conseguia falar. “Feliz, muito feliz, estou vendo um sonho ser realizado. É um presente para o povo da cidade e para a família forense”, destacou.

Do Executivo Municipal, participaram da cerimônia, os secretários de Governo, Yuri Assunção, da Defesa Social, Juscelino Gonçalves, e o procurador-geral, Diogo Ribeiro dos Santos.

Álbum de fotos

Alerta Meteorológico

Estado de observação
  
 
 
 
saiba mais

Receba notícias da Prefeitura

×