Diálogo constante com a comunidade: administração faz nova reunião com moradores do Pereira

Notícia publicada em 11/02/2021
por Nízea Coelho

Ouvir conteúdo

Imagem: Ane Souz

"A gente quer o melhor para Antônio Pereira dentro do que é possível ser feito pelo Município. Nós precisamos usar os serviços de Ouro Preto para ter esse sentimento de pertença", conta a moradora Maria Helena. Foi com esse espírito de diálogo constante que o prefeito Angelo Oswaldo e a vice Regina Braga foram aplaudidos de pé na manhã de quarta-feira, 10 de fevereiro, pelos moradores do distrito. Em 40 dias de governo, esta foi a segunda reunião realizada com a população para ouvir as demandas dessa comunidade.

E os resultados já podem ser vistos. Intermediado pela administração municipal, a empresa Vale anunciou esta semana que fará a remoção das 30 famílias cadastradas previamente para serem removidas devido à barragem de rejeitos de Doutor. Esta era a principal demanda da primeira reunião com os moradores, que aconteceu em janeiro. "Começamos com P de Pereira e P de prioridade", afirmou Angelo.

"É importante frisar que não houve alteração na mancha da barragem. A decisão da remoção é uma questão de respeito à comunidade", explica o secretário da Defesa Social, Juscelino Gonçalves. Ele aproveitou para informar que haverá um teste das sirenes na última semana de fevereiro e um simulado de evacuação, marcado inicialmente para dia 22 de maio, se a situação da Covid-19 estiver controlada.

Durante o encontro, o prefeito apresentou uma lista de espaços e estruturas presentes no distrito para que fosse discutida a melhor maneira de utilizá-los e reformá-los pela administração. Entre eles estão o Cras, a Casa Histórica, a Igreja Queimada, áreas de lazer, as ruínas da Rua Grande e o muro de gabião no Rio Tabuleiro. Também foi falado sobre a construção da capela velório, de um terminal rodoviário e de trevos de acesso ao distrito.

O presidente da Casa Escola Jair Inácio, José Cardoso, entregou ao prefeito um requerimento solicitando a doação de um terreno no Areão para a construção de uma nova sede para o projeto.

Parte das ações será viabilizada com apoio das mineradoras que atuam na região, como forma de compensação pela exploração mineral. "Estivemos em reunião com a Vale e com a Samarco e elas nos apresentaram alguns projetos para serem realizados em Antônio Pereira", explica Angelo. Um deles, em andamento, diz respeito à preservação e valorização da Gruta de Nossa Senhora da Lapa. A Samarco contratou uma empresa para fazer um estudo espeleológico que poderá proporcionar intervenções nos pontos que apresentam risco de desmoronamento dentro da gruta, além do paisagismo na área externa.

Por fim, secretária adjunta de Saúde, Maria da Consolação Sousa, abordou a melhoria do atendimento no distrito. "Precisamos de um diálogo para buscar a necessidade da comunidade. Já estamos discutindo a extensão da carga horária da UBS para atender a àqueles que ficam desassistidos. Precisamos recompor o quadro de funcionários para atendermos a essas demandas. Mas será feito", afirmou.

"Vocês são sempre bem-vindos ao nosso distrito. Esse espaço é muito bom para debatermos e colocarmos as demandas. E cobrarmos das empresas a ajuda para realizar essas obras", concluiu a moradora Marleth Deusdeth.

Alerta Meteorológico

Estado de alerta
 
 
  
 
saiba mais

Receba notícias da Prefeitura

×